Países do G7 fecham acordo histórico para taxar multinacionais e gigantes de tecnologia

Foto: Apple

Os ministros das Finanças do G-7 concordaram com o esboço de um acordo global sobre tributação que poderia dar aos governos maiores possibilidades de tributar empresas multinacionais, com destaque para as gigantes da tecnologia dos Estados Unidos, e estabelecer um piso para as taxas corporativas em todo o mundo.

As medidas têm como objetivos evitar que essas empresas busquem paraísos fiscais e que paguem mais tributos nos países onde operam, além de adaptar o sistema existente para lidar com o comércio de bens intangíveis, como dados e informações.

De acordo com a publicação, os ministros descreveram o pacto como um momento histórico que pode remodelar o comércio global e solidificar as finanças públicas que foram corroídas depois de mais de um ano de combate à pandemia do coronavírus. (Fonte: Bahia.ba)