Patricia Pillar critica Regina Duarte e pede auxílio para profissionais da arte

-
Foto: TV Globo

A atriz Patricia Pillar não escondeu seu incômodo ao falar sobre a situação da Cultura no país e sobre a gestão da ex-colega de trabalho, Regina Duarte, em seu cargo de secretária especial de Cultura por dois meses.

Em uma entrevista coletiva realizada virtualmente para falar sobre a estreia da novela ‘A Favorita’ (2008) no Globoplay, a veterana alfinetou Regina, que agora ficará responsável pela Cinemateca.

“Tem um plano de extermínio do artista e da cultura. Acho que existe um plano de extermínio pra que calem as nossas vozes. Isso dá pra se ver em cada setor. Poderia ter gente pensando, e não, pessoas são colocadas lá pra não fazer, pra brecar as pautas”, disse.

A global ressaltou a dificuldade que os artistas, um dos primeiros setores a parar com o início da pandemia, estão passando neste período de crise da saúde e da economia.

“Somos um setor de aglomerar pessoas. Era necessário, sim, um projeto de apoio pra quem está em muita dificuldade. Aí vem o preconceito, [dizem que] artista rico quer receber [auxílio emergencial]. Quantas pessoas da técnica, equipes gigantescas que dependem disso pra alimentar suas famílias? Estamos vivendo uma falta de respeito com a nossa classe, pra que calem as nossas vozes”.

Claudia Raia, que também participou da conversa, lamentou a falta de apoio e de auxílio aos profissionais da arte.

“É muito triste o que a gente está vivendo. Triste e preocupante. O governo não tem um plano para a arte, não tem nada! Como se fosse dispensável. É preciso falar e pensar que a cultura é a identidade de um país. Eu não vejo uma luz no fim do túnel, não sei para onde a gente vai”. (bahia.ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui