Pesquisadores desenvolveram câmera do tamanho de grão de sal grosso

Pesquisadores das universidades de Washington e Princeton, nos Estados Unidos, criaram uma microcâmera, do tamanho de um grão de sal grosso, capaz de produzir imagens coloridas em alta definição, de acordo com um artigo publicado na revista científica Nature.

O avanço tecnológico pode possibilitar exames de imagem menos invasivos do que aqueles realizados atualmente, a exemplos das endoscopias. Também seria possível instalar uma série de microcâmeras em superfícies inteiras para tornar objetos capazes de se guiarem sozinhos.

A criação combina duas tecnologias: no campo do hardware, foi utilizado um processo de fabricação com metassuperfície, um plano cheio de microantenas capazes de manipular a luz, que pode ser produzido de forma similar a de chips de computador;

No campo do software, algoritmos de aprendizado de máquina (machine learning) otimizam os dados recebidos para formar a imagem com alta qualidade.

A metassuperfície é cravejada por 1,6 milhão de pinos cilíndricos minúsculos – cada um deles com uma geometria única, o que é necessário para moldar corretamente a luz que passa pelo sensor. (Correios)