PF deflagra Operação ‘Refúgio da Montanha’ e cumpre mandados de busca e apreensão na BA e em MG

PF deflagra Operação 'Refúgio da Montanha' e cumpre cinco mandados de busca e apreensão na BA e em MG — Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta terça-feira (8) a Operação “Refúgio da Montanha” e cumpre cinco mandados de busca e apreensão em Salvador, na Bahia, e em Governador Valadares, em Minas Gerais. Além disso, um mandado de busca e apreensão também é cumprido em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador.

De acordo com a PF, a operação foi deflagrada para prender um foragido do sistema penitenciário de Salvador, identificado como Álvaro Delanney Barros Menezes, que foi solto mesmo após o cumprimento de mandado de prisão preventiva.

A soltura indevida do preso aconteceu em 9 de julho de 2020, segundo informações da PF, uma vez que a prisão temporária dele havia sido convertida em prisão preventiva e o novo mandado foi cumprido em 3 de julho de 2020. Um inquérito foi instaurado para apurar o caso.

Ainda de acordo com a PF, após a saída da penitenciária, o suspeito fugiu para Governador Valadares, em Minas Gerais, e se escondeu em um sítio no Pico Ibituruna, uma montanha conhecida da região.

Além disso, a PF também informou que foram cumpridos mandados de busca contra as pessoas que davam apoio ao foragido no local onde estava escondido, bem como para buscar novos elementos relacionados à prática do crime de tráfico internacional de drogas.

Durante o cumprimento dos mandados, foram localizadas duas pessoas. O sítio e os veículos encontrados no local foram apreendidos e terão seu destino definido pela Justiça Federal de Salvador.

O nome da operação se refere ao local em que o foragido se escondia da PF. A operação foi realizada de maneira conjunta com a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO) de Governador Valadares, coordenada pela Polícia Federal e também composta pelas Polícias Civil, Militar e Penal. (G1)