PGR defende volta de Queiroz e esposa para a prisão

-
Foto: Reprodução/Twitter

Em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Procuradoria-Geral da República (PGR) defendeu que Fabrício Queiroz e sua mulher, Márcia Aguiar, voltem a ser presos.

O ministro Gilmar Mendes, do STF, concedeu no dia 14 de agosto um habeas corpus ao casal para que cumprissem prisão domiciliar desde então. Na época, Mendes derrubou a ordem do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), para que Queiroz e Márcia voltassem para a prisão.

O ex-assessor do então deputado estadual, Flávio Bolsonaro, e sua esposa, são investigados pelo Ministério Público do Rio por suposta participação no esquema de rachadinha no gabinete dele na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

O caso tramita sob sigilo e não há detalhes dos argumentos da PGR para sustentar a necessidade de prisão do casal. (Bahia.Ba)