Prazer em pauta: de Sabrina Sato, Angélica, a Marquezine… famosas que falam abertamente sobre o uso de vibradores

"Tenho uma coleção enorme, é bom demais", revelou Sabrina Sato / "São ferramentas fundamentais, até para o casal, para o relacionamento a dois", opinou Angélica sobre os vibradores / "Não transo só pelo prazer. Se for por isso, tem outras maneiras de se satisfazer sozinha", opinou Bruna Marquezine

Não deveria, mas falar sobre masturbação feminina ainda é tabu para muita gente. Por isso, quando mulheres com visibilidade lançam luz ao tema e, assim, normalizam a conversa, as seguidoras comemoram. Confira quem foram as famosas que enalteceram recentemente os benefícios do vibrador – que pode tanto apimentar a relação a dois quanto incrementar os momentos de prazer a sós!

Sabrina Sato

“Quanto mais a mulher se conhece, mais ela vai gozar e sentir tesão pela vida”

Em uma conversa sincera com o portal Universa publicada no início deste mês, a apresentadora Sabrina Sato abriu o jogo sobre várias questões da sua vida pessoal. Entre elas, sua relação com vibradores. A artista contou que, ao ler uma reportagem sobre os brinquedos sexuais, chegou a se questionar se era viciada. 

— Falava que vibrador viciava, né? Me peguei pensando: “Será que estou viciada? Vou parar, fazer um detox disso”. Tenho uma coleção enorme, é bom demais — revelou.

Quando a também apresentadora Angélica contou que usava vibradores em um vídeo no canal do YouTube de Sabrina, muitos comentários da época criticaram Luciano Huck, marido de Angélica, dizendo que ele “não dava conta do recado”. Para Sabrina, o desconhecimento sobre o tema “é puro recalque”.

 — O vibrador vai ajudar a mulher a se conhecer. Quanto mais a mulher se conhece, mais ela vai gozar e sentir tesão pela vida — opinou ela. — Sempre fui bem livre no sentido de me tocar, de falar sobre o assunto com as amigas, minha irmã e meus parceiros. 

Angélica

“O autoconhecimento passa pelo vibrador”

Em agosto de 2020, a apresentadora Angélica falou, sem rodeios, sobre usar vibrador em entrevista ao canal de Sabrina Sato. Questionada por Sabrina, Angélica disse que já usou brinquedos sexuais:

— A maturidade traz a segurança. Me sinto melhor hoje emocionalmente, intelectualmente e sexualmente. É você se conhecer. O autoconhecimento passa pelo vibrador, passa por falar disso (de sexualidade). Você tem que se tocar, se sentir. Homem faz muito, desde cedo. 

A apresentadora também comentou o quanto a masturbação feminina ainda é um tabu – diferentemente do que ocorre com os homens:

— É uma coisa que o homem faz muito desde cedo. Anatomicamente, facilita para eles. Esse tabu que se criou de, “fecha a perna, se cobre”, deixou tudo para dentro, travado — afirmou. — Hoje falamos tanto de empoderamento feminino e é fundamental falar (sobre sexualidade). O patriarcado bomba em cima da gente, homens ganhando mais, o machismo bombando nas empresas. Ainda existe muito isso.

Por fim, falou sobre como os chamados “toys” podem auxiliar, inclusive, na vida sexual de um casal:

— Isso tudo faz parte desse conhecimento. O  vibrador e todas as outras formas de se conhecer são importantes. São ferramentas fundamentais, até para o casal, para o relacionamento a dois. O vibrador pode ser um aliado.

Mas o que ela não esperava era a repercussão de sua declaração nas redes sociais. Em entrevista ao portal Uol em outubro de 2020, a apresentadora confessa que se assustou com o nível de alguns comentários:

— Fiquei vendo o preconceito das pessoas, e a falta de informação por acharem que vibrador é pra quem não tem marido. Ou, se tem, você usa porque não está satisfeita com ele. E não é nada disso. O vibrador é só um aliado no relacionamento. Ele faz parte da intimidade do casal. Pode ser um algo a mais, na verdade, não só no autoconhecimento da mulher, mas no conhecimento do homem com você — rebateu.

No bate-papo, Angélica comentou sobre a crescente busca das mulheres por entender o próprio corpo e sua sexualidade, que não deve ser motivo de tabu:

 — Hoje, a mulher está tendo muito mais voz para exigir prazer, para não ter vergonha de falar o que dá prazer a ela. Tem um bonde feminista passando aí e a gente tem que montar nele e sair falando mesmo, para ver se abre um pouco essas cabeças — explicou.  

Bruna Marquezine

“Ninguém tem um vibrador?”

Em entrevista à revista Ela, do jornal O Globo, em 2020, a atriz Bruna Marquezine foi questionada se sentia falta de sexo na pandemia. Na época, a artista estava solteira, e ainda não havia assumido namoro com o empresário Enzo Celulari – que chegou ao fim alguns meses depois. 

Bruna então respondeu que não transa só pelo prazer, até porque “tem outras maneiras de se satisfazer sozinha”, e contou que só consegue se relacionar com quem confia.

— Sexo é a maior troca de energia entre seres humanos. Não transo só pelo prazer. Se for por isso, tem outras maneiras de se satisfazer sozinha. Não consigo banalizar. Escuto muito isso: “Ser solteiro está f*da!”. Eu falo: “Gente, estamos em 2020, ninguém tem um vibrador?” — disse ela. — Não gosto de ficar escancarando a minha vida sexual. Só consigo me relacionar com quem eu confio, admiro e conheço, pelo menos, um pouco. Mas não julgo. Cada um vive de acordo com as suas escolhas. Essa é a minha. 

Lily Allen

“Todas nós merecemos orgasmos maravilhosos”

Em outubro de 2020, a cantora Lily Allen adiantou que teria uma surpresa aos fãs: “Quero que você se sinta empoderada e dê a si mesma uma dose de amor-próprio“, revelou a britânica em um post no Instagram. Logo em seguida, a estrela revelou qual era a novidade: ela lançou o seu próprio vibrador.

O sex toy foi resultado de uma parceria com a marca alemã Womanizer. Na postagem, Lily disse que os itens da empresa “mudaram sua vida”, e que ela queria “dividir a sua experiência”. No anúncio, a cantora explicou ainda que o produto, batizado como The Liberty, era um incentivo para que as mulheres encontrem o seu próprio prazer:

“As mulheres não deveriam ter vergonha de sua sexualidade, e todos merecemos nosso prazer. Espero que esse brinquedinho ajude você a fazer isso”, afirmou.

Lily, aliás, também protagonizou o comercial de lançamento do sex toy. No comercial, a cantora reflete:

“Amar a si mesma deveria ser a coisa mais normal do mundo. Todas nós merecemos orgasmos maravilhosos, certo? Então vamos falar abertamente sobre isso. Eu me masturbo. E você?”, questiona ela.

Demi Lovato

“Não há nada mais empoderador do que controlar o seu prazer”

Demi Lovato foi mais um nome famoso que anunciou o lançamento de um vibrador em novembro do ano passado. O brinquedo erótico, chamado “Demi Wand”, foi vendido em parceria com a marca Bellesa Boutique. Nas redes sociais, ao exibir o produto, explicou:

“Apresentando o Demi Wand! Eu queria criar meu próprio brinquedo sexual para tirar o estigma do prazer e levar seu relacionamento sexual para o próximo nível”, escreveu Demi, que se identifica como uma pessoa não-binária, em seu perfil do Instagram.

Na sua página, a marca também anunciou o lançamento do produto, que conta com oito modos de vibração:

“Nós fizemos um vibrador com Demi Lovato. Apresentando Demi Wand, porque todo mundo merece um orgasmo”.

No comunicado sobre a novidade, a empresa ainda ressaltou que Demi “é a pessoa mais influente a lançar um brinquedo erótico assinado, marcando um momento importante em levar a tecnologia sexual para as massas”.

“Não há nada mais empoderador do que controlar o seu prazer. Nós passamos muito tempo fingindo não sermos seres sexuais, é hora de deixarmos esse estigma de lado. Todos nós merecemos prazer. Todos nós merecemos orgasmos”, completou Demi.

GZH faz parte do The Trust Project