Regime Maduro bloqueia acesso a WhatsApp e Telegram

Presidente da Venezuela, o ditador Nícolas Maduro / Foto: Reprodução

O bloqueio parcial da internet na Venezuela atingiu durante a noite desta terça (30) também os principais aplicativos de envio de mensagem no país.

Com isso, foram afetados o WhatsApp e o Telegram. O primeiro tem acesso intermitente no país e o segundo foi completamente derrubado, segundo a ONG britânica NetBlocks, que monitora a disponibilidade da internet no mundo.

Mais cedo, a entidade já tinha afirmado que o regime do ditador Nicolás Maduro tinha bloquear diversos sites através do provedor estatal ABA CANTV.

Foram afetados, entre outros, Facebook, Google, Twitter, Wikipedia e YouTube -o acesso a todos eles é irregular, funcionando em alguns momentos e, em outros, não.

Jornal do Brasil / Folhapress