Repórter agredido com soco ao vivo vai passar por cirurgia

Repórter é agredido durante transmissão ao vivo no México Foto: Twitter / @adn40 / Estadão Conteúdo

O repórter Juan Manuel Jiménez, da emissora adn 40, sofreu uma agressão ao levar um soco durante a transmissão ao vivo de um protesto contra a violência de gênero que estava sendo realizado no México na última sexta-feira, 16.

O jornalista vinha sendo hostilizado por diversas manifestantes, e até tinha sido agredido por um jovem de rosto coberto, mostrando o clima tenso presente no local.

Em determinado momento (a partir de 1m34s no vídeo abaixo), porém, um homem de boné se aproximou do repórter e, ao seu lado, deu um soco com força, levando Juan ao chão.

Na sequência, manifestantes que estavam à volta tentaram contê-lo, mas o homem conseguiu escapar. O câmera que estava junto ao repórter ainda foi atrás dele, e conseguiu captar algumas imagens do agressor.

Assista ao momento em que o repórter sofre a agressão ao vivo durante um protesto abaixo:

Cirurgia

Na tarde desta segunda-feira, 19, o perfil da adn 40 no Twitter informou que o jornalista passará por uma cirurgia por conta da agressão sofrida durante o protesto.

A informação foi endossada pelo perfil oficial e verificado do Twitter de Juan Manuel Jiménez, que retweetou uma mensagem publicada por Luciano Pascoe, diretor-geral emissora, em que afirma: “Suas lesões requerem cuidados maiores e ele será submetigo a uma cirurgia nas próximas horas”.

Via Terra / Estadão