Rui diz que programa de médicos do Consórcio Nordeste será complemento ao federal

0
85
-Foto: Fernando Vivas/GOVBA
Foto: Fernando Vivas/GOVBA

O governador Rui Costa (PT) explicou nesta segunda-feira (29) que o programa que será criado pelo Consórcio Nordeste em relação aos médicos será uma espécie de complemento ao que deve ser lançado pelo Governo Federal nesta semana.

“Já que o governo está anunciando que nesta semana vai lançar um programa, ao invés de disputar quem lançará primeiro, vamos esperar. Aquilo que ficar não preenchido no plano nacional, faremos o preenchimento disso no plano regional. Ao invés de concorrer, queremos complementar. Primeiro queremos ver qual é a ideia do governo federal e nos vazios que ficarem, iremos complementar”, destacou, em entrevista a jornalistas após o encontro dos governadores nordestinos, em Salvador.

- Anúncio -

De acordo com Rui, a meta principal dos governantes da região é garantir a presença de médicos nas cidades do interior, onde o acesso à saúde básica ainda não é universal.

“Estudamos três ou quatro alternativas. Preferimos aguardar o plano nacional. A ideia é reter médicos no nordeste. Já temos números abaixo do que recomendado pelas organizações internacionais. Nas cidades do interior tem 0,5 médicos. O número é muito dramático nas cidades do interior. Nossa proposta passa por reter médicos nestes locais”, falou.

Segundo Rui, outra linha de ação é “ajudar na formação de médicos especialistas, temos muitas carências”. “Nosso plano passa pela parceria com as universidades federais e estaduais e escolas públicas de saúde”, acrescentou. (Bahia.Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui