Salvador: PMs atiram para cima na frente de idosa e criança durante prisão de jovem

-
Caso aconteceu no sábado (24), no bairro da Liberdade. Ação foi filmada por testemunhas. Imagem: Reprodução/ G1 Bahia

Uma ação da Polícia Militar terminou em tiros e confusão, no último sábado (24), no bairro da Liberdade, em Salvador. O caso ocorreu durante a prisão de um morador do local. Dois PMs atiraram para cima na frente de pessoas que estavam na rua, inclusive crianças e idosos. 

A ação foi filmada por testemunhas. O vídeo mostra o momento em que três policiais militares colocam um rapaz no fundo de uma viatura das Rondas Especiais (Rondesp). Em seguida, alguns moradores se aproximam dos PMs e reclamam da abordagem.

As imagens mostram um dos policiais mandando os moradores se afastarem. Na sequência, o mesmo policial empurra um homem que acompanhava a situação e depois atira para cima. Nesse momento, várias pessoas que estavam na rua saem correndo.

O vídeo também mostra que outro policial vai até os moradores e atira mais três vezes. É possível ouvir o som dos disparos e o desespero dos moradores.

A mãe do rapaz, que também não quis ser identificada, disse que a criança que aparece nas imagens, em meio ao tiros disparados pelos policiais, tem 4 anos e é parente do jovem preso. Segundo ela, o menino está traumatizado.

“Ele [criança] está com trauma. O menino estava com o meu outro filho quando começou a confusão. Ele [policial] não respeitou”, disse a mãe do rapaz preso.

Conforme a PM, o jovem foi preso por tráfico de drogas e transferido, na manhã desta segunda-feira (26), para o Presídio Lemos de Brito, em Salvador. Os pais dele fizeram um boletim de ocorrência na Corregedoria da Polícia Militar.

Segundo o pai do rapaz, que não quis ter a identidade revelada, o filho foi retirado de casa pelos policiais.

“O branquinho [policial] mesmo estava muito alterado, dava muito palavrões e dizia que ia meter medo. Eu disse para ele que eu não tinha medo, porque eu acho que a polícia é para defender e não para fazer o que ele estava fazendo”, disse.

“Quando eu fui perguntar [motivo da prisão] a ele [policial], ele se retou, pegou o fuzil e deu um tiro para cima. Aí foi aquela agonia, gritaria, aí ele [PM] começou a falar que se eu fosse para cima ele ia dar tiro”, completou.

O pai do jovem disse que, durante a confusão, ele foi atingido, no braço, por uma bala de borracha. A família contesta a versão da polícia de que o jovem foi flagrado com drogas.

“Eles botaram 1 kg de maconha, botaram uma balança, pino de droga cheia e vazia e mais R$ 139. Meu filho saiu, todo mundo viu, assistiu o vídeo, você vê que ele não saiu com flagrante nenhum. Como é que aparece o flagrante?”, questionou o pai do jovem preso.

Em nota, a PM informou que o Comando de Policiamento Regional da Capital (CPRC BTS) vai instaurar um feito investigatório para apurar as circunstâncias da abordagem. O órgão lamentou o caso e disse que não compactua com esse tipo de conduta. (G1 Bahia)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui