“Seria dramática para todos”, diz Neto sobre uma segunda onda da Covid-19 em Salvador

-
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O prefeito ACM Neto falou na manhã desta segunda-feira (19), sobre a possibilidade de uma segunda onda do novo coronavírus na capital baiana. Para o gestor não há necessidade de pânico, o mesmo ainda comentou sobre as críticas que vem recebendo com o fechamento das praias aos finais de semana.

“Não vamos criar pânico. Uma segunda onda da Covid-19, ela seria dramática para todos. Venho alertando isso a muito tempo, desde a primeira fase de retomada das atividades que venho falando sobre isso. Mas o prefeito toma porrada porque as praias estão fechadas sábado e domingo, além das escolas fechadas. Mas prefiro tomar porrada assim, cuidando da saúde como foi desde o começo”, afirmou.

Para o prefeito, se tiver a necessidade de fechar alguns estabelecimentos novamente é isso que o mesmo irá fazer. Neto também pediu a compreensão das pessoas e citou as aglomerações que foram vistas neste final de semana em alguns bairros de Salvador.

“Se necessário for, vamos fazer o que outros governos estão fazendo mundo a fora que é fechar de novo. Não é o que eu quero, a última coisa que eu gostaria de cogitar é um retrocesso. Mas cada um precisa ter a sua consciência, não dá para enxergar o que vimos em alguns lugares neste fim de semana”, finalizou. (Varela)