Serviços ligados ao turismo têm quedas recordes na Bahia em abril, aponta IBGE

Foto: Divulgação

As atividades de serviços ligadas ao turismo recuaram fortemente em 12 estados. Na Bahia, as quedas foram recordes na série histórica, iniciada em 2011: de -63,1% frente a março e de -72,6% na comparação com abril de 2019.

De acordo com estudo divulgado nesta quarta-feira, 17, pelo IBGE, o desempenho das atividades ligadas ao setor, em abril, ficou abaixo do verificado no país como um todo (-54,5% frente a março e -67,3% na comparação com abril/19).

A queda de março para abril no estado foi de -63,1%, a segunda mais intensa, acima apenas da verificada no Rio Grande do Sul, com -63,9%. Na comparação com abril de 2019, o resultado baiano foi o quinto pior.

Com o resultado de abril, os serviços ligados ao turismo na Bahia passaram a acumular queda de -19,1% no ano de 2020. O resultado, apesar de bem negativo, ainda está um pouco acima do nacional, que registrou -20,9%.

Nos 12 meses encerrados em abril, os serviços turísticos baianos também apresentam recuo acumulado de -5,2%, resultado bem próximo ao do Brasil como um todo: -5,1%. (A Tarde)