Sob comando de Damares, Comissão da Anistia nega 85% dos pedidos

-
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

A Comissão da Anistia indeferiu 85% dos 2.717 pedidos de indenização durante o primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro. Apenas 388 deles foram reconhecidos. A informação é da Coluna do Estadão.

A comissão, que foi transferida do Ministério da Justiça para o da Mulher, Família e Direitos Humanos, comandado por Damares Alves. Sob nova direção, foram integrados como membros militares que questionam o termo “golpe” para designar a instauração da ditadura de 1964 no Brasil, como o general Rocha Paiva.

Rocha Paiva já chegou a afirmar que “só quem foi prejudicado por questões exclusivamente políticas recebeu indenização”. Ainda constam 74,5 mil pedidos de indenização no acervo.

(Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui