Sobre Humberto Leite ter deixado a presidência do DEM de SAJ, Alan Sanches pontua: “acho que tinha que sair mesmo, ele perdeu a ligação com ACM Neto”

Foto: Luiz Felipe Fernandez / Bahia.ba Foto: Luiz Felipe Fernandez / Bahia.ba

No último sábado (13), o ex-prefeito de Santo Antônio de Jesus e uma das lideranças do grupo Beija-Flor, Humberto Leite em entrevista exclusiva ao Voz da Bahia anunciou seu afastamento da Comissão Provisória do Partido Democratas na Bahia e segundo ele, sua decisão, se deu pela última entrevista do deputado estadual Alan Sanches também ao Voz da Bahia, “a razão da minha decisão foi o deputado estadual Alan Sanches. O cara que é parceiro e fica falando mal do seu correligionário? Não dá!”, pontuou (reveja aqui). Nesta sexta-feira (19), o deputado esteve presente na Clube FM sobre essa saída do ex-prefeito.

“NÃO SUPEROU AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS”:

Alan afirma que o ex-prefeito se equivocou e que ainda não superou as eleições municipais 2020, “eu acho que mais uma vez Humberto Leite se equivoca com relação a mim e acho que ele ainda não superou a rejeição da população. Ele tinha que arranjar alguém para colocar a culpa. Mas isso não me preocupa, outras vezes já aconteceu isso comigo, as pessoas querem procurar alguém para culpar”, conta.

“REJEIÇÃO”:

Alan ainda reforça que as pessoas queriam um nome diferente, ” ele perdeu como prefeito, então significa que já tem uma rejeição e no decorrer desse tempo ele não conseguiu dá a volta por cima, nisso quando chegou o momento que ele se sentiu preterido, no momento que se escolheu o nome Careca e depois Genival que teve as condições necessárias e favoráveis para que pudéssemos ter um nome novo, limpo, ético, aí começou a mudar, porque até então estava tudo bem comigo, mas de repente, quando as coisas começaram a caminhar, ele achou que eu fui o culpado de tudo, mas como disse, ele tem que culpar alguém, né?”, questiona.

“TINHA QUE SAIR MESMO”:

Ainda sobre a saída de Humberto Leite no diretório do DEM, Alan aponta que foi o grande passo, “eu acho que ele tinha que sair mesmo, porque ele estava perdendo essa ligação com ACM Neto. Porque ACM Neto vem aqui e ele se quer vai lá prestigiar o evento com ACM, ele sendo presidente municipal para isso não precisa convite, ele já é o convite, porque ele era o presidente do diretório. O presidente nacional, maior líder político do seu partido está vindo e você não vai lá prestigiar? Dá um abraço? Então mais uma vez ele se equivoca com relação a mim, eu acho que ele não conseguiu construir o caminho dele dentro do Democratas, e se ele quer me culpar eu já estou acostumado com isso”, expôs.

PERGUNTAS DE ALAN:

Durante entrevista o deputado ainda levanta questionamentos sobre a saída de Humberto Leite da presidência do DEM, “será que foi inteligente ele sair do diretório da presidência e não sair do partido? Será que eu não posso acreditar que foi porque ele não queria resolver os problemas burocráticos que um presidente de partido tem que resolver? Será que o diretório aqui em Santo Antônio de Jesus está com todas as suas contas aprovadas, encaminhadas? Será que foi por isso que ele preferiu sair, para não ter essa responsabilidade? Por que o partido é uma responsabilidade, você tem que conseguir as suas auditorias de contabilidade, do jurídico e será que não foi isso? Então eu acho que esses questionamentos devem ser respondidos. Ele saiu da direção, mas não saiu do partido, então não muda nada por enquanto”, concluiu.

Reportagem: Voz da Bahia