Suspeitos de integrar quadrilha de roubo a motoristas de aplicativo são presos em Salvador

0
83
-
Foto: Reprodução

Cinco homens, suspeitos de participar de uma quadrilha que atuava com roubos a motoristas de aplicativos e populares foram presos nesta quarta-feira (3) no bairro da Saúde, em Salvador.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, os integrantes da quadrilha foram identificados como Anderson Messias Onório, Breno Moraes dos Santos Perpétuo, Uevert Santana de Jesus, Vitor de Jesus e Carlos Victor Nunes; todos com passagem pela polícia por roubo e tráfico.

As informações dão conta que os suspeitos foram capturados em um em um estacionamento privado, situado na região da Barroquinha a bordo de um veículo modelo Ford KA, com restrição de roubo.

“Há umas duas semanas também havíamos encontrado no mesmo local dois carros abandonados. Depois desses casos e informes, a Apolo, junto com nossa equipe, passou a monitorar alguns indivíduos suspeitos. Ontem com ajuda de imagens de câmeras de segurança localizamos o grupo com mais um carro e diversos materiais roubados”, contou o comandante do 18º BPM, tenente-coronel Carlos César Albuquerque.

Foram recuperados e apreendidos com o grupo uma maleta com equipamento para clareamento a laser, 41 cartões de crédito, 10 chaves de carros, 38 documentos pessoais, uma televisão, relógios, um notebook, seis aparelhos celulares, dois revólveres, máquina de cartão, munições, cocaína, maconha, pinos para embalar drogas e balanças.

A diretora do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) da Polícia Civil, delegada Maria Selma Pereira Lima informou que ainda há outros integrantes da quadrilha, mas que todos já foram identificados todos eles. “Cada um tinha uma função nos crimes. Enquanto um chamava o motorista via aplicativo, outro aguardava no local para anunciar o assalto”, contou a diretora.

Os suspeitos foram autuados por organização criminosa, roubo qualificado e tráfico de drogas. Eles foram encaminhados ao DCCP junto com todo material apreendido. As informações são da Secretaria de Segurança Pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui