Tabata Amaral vai processar presidente da Fundação Palmares por postagem

Foto: Leonardo Prado/Agência Câmara

A equipe jurídica d a deputada federal Tabata Amaral (PSB) planeja acionar Sergio Camargo, presidente da Fundação Palmares, no Judiciário. A intenção é responsabilizá-lo pela publicação de uma mensagem atribuída à conta da deputada no Twitter. Ela, na verdade, nunca postou tal conteúdo. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Camargo compartilhou um diálogo em que Tabata teria escrito “Me deixa menstruar, Bolsonaro” e recebido, do presidente, a resposta: “E quando foi que eu proibi?”. Tabata é uma das autoras dos projetos vetados por Bolsonaro na semana passada que instituiriam a distribuição gratuita de absorventes para mulheres brasileiras de baixa renda. Ela e outras parlamentares estão articulando a retomada do projeto no Congresso. (bahia.ba)