Últimas Notícias sobre atividade física

Foto: Divulgação

Nos dias mais frios de inverno, manter uma rotina regular de exercícios torna-se mais difícil, não é mesmo? Ainda assim, mesmo durante esse período, é importante fazer um esforço para comparecer ao treino sempre que possível! Praticar atividade física no frio, inclusive, pode trazer uma série de benefícios – como otimizar o gasto calórico -, mas também requer certos cuidados, principalmente com os músculos e articulações. Para te orientar nesse assunto, nós preparamos uma matéria sobre cuidados essenciais que todos devem tomar ao se exercitar no frio. Vale a pena conferir!

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define o termo “saúde” como um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças. Alcançar a saúde plena requer um conjunto de hábitos que incluem a alimentação, a adequada ingestão de água, a atividade física, além de outras atitudes de autocuidado: o cultivo de bons relacionamentos, pensamentos e sentimentos; consultas e exames médicos periódicos, conforme a faixa etária.

Na manhã desta quinta (10), no km 01 da BA 001, próximo ao antigo Motel Garapuá, um motociclista ao desviar de carro terminou atropelando a senhora Clara Ramos da Silva, 70 anos, conhecida como dona Lua do Bolo, que naquele momento realizava atividade física no local.

Foto: ilustrativa/Pixabay

O aumento da prática de atividade física poderia evitar pelo menos 5 milhões de mortes por ano, segundo estimou a Organização Mundial da Saúde (OMS) ao lançar linhas orientadoras para a área, por meio de um guia. O combate ao sedentarismo deve ser praticado por pessoas de todas as idades, inclusive àquelas com condicionantes físicas por motivo de doença, defendeu a entidade.

Foto: Thinkstock

Vídeos e apostilas feitos por atletas amadores e disponibilizado na internet com técnicas para ampliar a performance no esporte têm se tornado alvo preferido de jovens que procuram alternativas baratas para se tornarem melhores profissionais. Porém, especialistas ouvidos pelo R7 alertam para os perigos da prática de atividade física sem orientação profissional.

© iStock

O hábito de realizar atividade física faz diferença na prevenção do câncer. Não é preciso frequentar academia ou procurar um esporte de impacto ou grande esforço físico. Vinte minutos de caminhada por dia, por exemplo, são recomendados pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC).

(Érika Lourenço/Superinteressante)

Se você precisava de um motivo para voltar à academia, aqui está: exercício faz bem até para os seus descendentes.

Foto: Jacob Ammentorp Lund/Thinkstock/Getty Images

Quem busca manter-se sempre ativa provavelmente já teve algum desses incômodos dermatológicos: os calos nas mãos de levantar peso, o cabelo ressecado depois da natação ou até o cheirinho nada agradável da meia depois da corrida. Calma, todos eles são completamente normais. Mas para quem deseja amenizar e evitar alguma dessas consequências da atividade física, o dermatologista Amilton Macedo, especialista em oxidologia, de São Paulo, ajuda. Confira:

Foto: Reprodução

Após os 40 anos, ainda dá tempo de sair do sedentarismo e colher os benefícios da atividade física? Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Americano do Câncer, sim. Os resultados do estudo apontam que iniciar os exercícios nos “enta” ou durante a adolescência gera o mesmo impacto na saúde, reduzindo em 35% o risco de mortalidade por todas as causas.

Treinar em jejum é bom ou não?

Foto: reprodução

O jejum pode ser benéfico para quem pratica atividade física. Estes são os resultados de um estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, no qual investigadores das universidades de Bath e Birmingham, Inglaterra, acompanharam, durante seis semanas, trinta homens considerados obesos ou com excesso de peso.

Close