Últimas Notícias sobre governo Bolsonaro

Agente de saúde prepara injeção com dose da vacina indiana Covaxin na Índia

Em troca de fechar contrato com o Ministério da Saúde, uma distribuidora de vacinas alegou que foi pedido pelo governo federal uma propina de US$ 1, cerca de R$ 5, por dose, conforme apuração do jornal Folha de S. Paulo.

Vice-presidente, general Hamilton Mourão / Foto: Folhapress

Vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão (PRTB) acredita que o grande erro do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) foi não realizar uma campanha de comunicação firme para orientar a população sobre a pandemia de Covid-19.

Foto: Reprodução / Rede TV

A Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) do governo Bolsonaro publicou texto nesta 6ª feira (18.jun.2021) afirmando que o cachê pago ao apresentador Sikêra Jr, da RedeTV!, foi por “serviços de utilidade pública” relacionados à publicidade e propaganda.

Foto : Marcos Corrêa/PR

A gestão do presidente Jair Bolsonaro já foi alvo de 709 denúncias de assédio institucional, que abrange ameaças, perseguições e constrangimentos a servidores públicos, segundo levantamento feito desde o ano passado pela Associação dos Servidores do Ipea (Afipea) e a Articulação Nacional das Carreiras para o Desenvolvimento Sustentável (Arca).

Foto : Jefferson Peixoto/Secom/PMS

Da verba emergencial liberada para compra e desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19, apenas 9% foi utilizada pelo governo de Jair Bolsonaro (sem partido) até o momento, o que aponta para um atraso na vacinação no país. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Foto: Reprodução

Em carta enviada à fabricante AstraZeneca na sexta-feira (22/01), o governo brasileiro deu aval para que empresas privadas brasileiras possam adquirir um lote de 33 milhões de doses de vacina contra a COVID-19, desde que metade do lote seja doado ao SUS (Sistema Único de Saúde). A informação é do jornal O Globo.

Foto: © Getty Images

A parcela da população que reprova o governo de Jair Bolsonaro aumentou pela primeira vez desde março de 2020, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 18, pela XP Investimentos em parceria com o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe). O levantamento de janeiro aponta que subiu de 35% para 40% a fatia que considera a gestão como ‘ruim ou péssima’. O percentual é semelhante ao do início da pandemia do novo coronavírus no País, em abril de 2020.

Foto: Divulgação/Assessoria

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), voltou a subir o tom contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em relação a demora para o início da campanha de vacinação contra o novo coronavírus no Brasil. Em discurso no município de Tancredo Neves, no sul do estado, Rui chamou o governo federal de “incompetente”.

Foto: Fernando Vivas/ GOVBA

Em pronunciamento na cidade de Catu, na manhã desta quarta-feira (30), o governador Rui Costa (PT) criticou a atuação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em relação à pandemia do coronavírus. Para ele, o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem feito com que a agência perca sua credibilidade.

Foto : Marcos Corrêa/PR

Uma pesquisa Ibope divulgada ontem (16) indica que o governo do presidente da República Jair Bolsonaro tem aprovação de 35% e reprovação de 33%. A pesquisa, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizada entre os dias 5 e 8 de dezembro e ouviu duas mil pessoas em 126 cidades.

Close