Últimas Notícias sobre JULGAMENTO

Foto: Reprodução

Os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias morreram após uma briga de trânsito em 2013. De lá pra cá muita coisa aconteceu na vida das famílias das vítimas e da acusada pelo crime, a médica Kátia Vargas, porém a decisão final do caso vem sendo arrastada por diversos recursos.

A oftalmologista é acusada de ter causado a morte dos irmãos Emanuele e Emanuel Gomes dias em outubro de 2013 Foto: Reprodução / G1 Bahia

O Tribunal de Justiça da Bahia adiou, nesta quinta-feira (25), o julgamento do recurso que pede a anulação do júri de Kátia Vargas, que estava marcado para o dia 31 de julho. A oftalmologista é acusada de ter causado a morte dos irmãos Emanuele e Emanuel Gomes dias em outubro de 2013, após um acidente no bairro de Ondina.

Foto: Reprodução / Facebook

A deputada federal Flordelis usou suas redes sociais para fazer um desabafo a respeito das acusações que vem recebendo após o assassinato do marido, pastor Anderson do Carmo. Nesta quinta-feira (4) ela afirmou que já apareceram várias pessoas para lhe julgar, intimidar e desejar mal:

Foto: © DR

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) montou uma estrutura para o julgamento de um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que tenta rever a condenação de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro imposta no caso do “triplex do Guarujá”. A sessão será transmitida no canal do YouTube no STJ, um procedimento adotado apenas em ocasiões excepcionais – como em um habeas corpus do ex-presidente negado no ano passado.

Foto: © Elza Fiuza/Agência Brasil

Cobrado por entidades e associações de defesa dos direitos da comunidade LGBT, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, marcou para o dia 23 de maio a retomada do julgamento de duas ações que discutem a criminalização da homofobia. A data foi marcada após o Broadcast Político informar na manhã desta terça-feira, 16, que o Cidadania Diversidade, o Grupo de Advogados pela Diversidade e as associações Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT), Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e a Mães pela Diversidade pediram “urgência” na retomada da discussão. No documento obtido pela reportagem, as entidades afirmam que o Supremo precisa dar um sinal de que está comprometido com a discussão, “marcando, urgentemente” data para a continuidade do julgamento.

Foto: DR

O Cidadania Diversidade (antigo PPS Diversidade), o Grupo de Advogados pela Diversidade e as associações Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT), a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e a Mães pela Diversidade pediram ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, “urgência” na retomada do julgamento que discute a criminalização da homofobia.

Foto: © Reuters / Paulo Whitaker

Se no Brasil a Petrobras reconheceu que seus funcionários praticaram crimes e citou participação de políticos em esquemas de corrupção na empresa, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nos Estados Unidos não é bem isso que acontece. Lá, segundo a defesa do petista, a petroleira admitiu os crimes, mas não citou o nome do ex-presidente.

Foto : Rosinei Coutinho/SCO/STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) começa a julgar às 14h de hoje (12) a competência da Justiça Eleitoral para conduzir inquéritos de investigados na Operação Lava Jato. Na sessão, a Corte vai definir se a competência para julgar crimes comuns conexos a crimes eleitorais é da Justiça Eleitoral ou Federal.

De acordo com procuradores da força-tarefa do Ministério Púbico Federal (MPF), o julgamento poderá ter efeito nas investigações e nos processos que estão em andamento no âmbito da operação em São Paulo, no Rio de Janeiro e no Paraná. A punição prevista para crimes eleitorais é mais branda em relação aos crimes comuns.

Close