Últimas Notícias sobre Mandetta

Marcello Casal/JrAgência Brasil

A relação entre Jair Bolsonaro (sem partido) e do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, azedou de vez quando o chefe da pasta decidiu bater de frente com o presidente em relações às ações de combate à Covid-19. As atitudes quase lhe custou o cargo. De acordo com a Folha, agora, Bolsonaro quer demitir Mandetta não utilizando “a caneta”, como chegou a dizer, mas sim forçando-o a deixar o ministério.

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, admitiu que sua relação com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ‘preocupa’. Isso porque Bolsonaro vem contrariando sucessivamente as recomendações feitas pela pasta comandada por Mandetta e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para combater o coronavírus (COVID-19).

Foto: Reprodução

Após o presidente da República, Jair Bolsonaro, ir ao encontro de apoiadores durante visita ao hospital de campanha em Águas Lindas (GO), na manhã deste sábado, 11, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que acompanhou a vistoria, disse que a orientação de distanciamento social vale para todos os brasileiros. O ministro afirmou ainda que as pessoas que descumprem o isolamento serão as mesmas que se lamentarão pelo coronavírus.

Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mais uma vez ignorou orientações das autoridades sanitárias no enfrentamento ao coronavírus e promoveu aglomerações neste sábado (11) ao visitar a recém-começada obra de um hospital de campanha em Águas Lindas de Goiás (GO), a 57 km de Brasília.

Foto : Fernando Vivas/GOVBA

O médico-infectologista Robson Reis, em entrevista hoje (10) à Rádio Metrópole, disse que a projeção do ministro da Saúde, Henrique Mandetta, de que maio, junho e julho serão os piores meses do contágio, é “mais pessimista” do que esperava.

Foto: Se?rgio Lima / Poder360

Após pesquisas de opinião revelarem que a popularidade do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, está em alta, um levantamento mostra que a maioria dos brasileiros confia mais nele do que no presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na gestão da crise do coronavírus. Os dois divergem sobre o método de combater a rápida disseminação da doença.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, reconheceu ter enfrentado “dificuldades internas”, mas disse na tarde desta quarta-feira (8) ter “total tranquilidade” para tomar medidas em relação à crise do novo coronavírus. Segundo ele, o “comandante do time” é o presidente Jair Bolsonaro.

Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Os últimos dias foram de grande tensão envolvendo a saúde no Brasil. Além do momento grave em virtude da pandemia do coronavírus, surgiu a possibilidade de demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Nesta quarta-feira (8), o prefeito de Salvador, ACM Neto, revelou uma conversa com o gestor da pasta e declarou que o país precisa de sua liderança para superar a doença.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, durante reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acusou hoje (7) o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de usar uma estrutura paralela para tentar desqualificar aqueles que avalia serem seus inimigos. A estrutura paralela seria o chamado gabinete do ódio, formado por integrantes da ala ideológica do governo que atuam no Palácio do Planalto. Segundo a Folha, a declaração foi dada durante videoconferência da Necton Investimentos.

Foto: Breno Cunha/bahia.ba

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), criticou a instabilidade no governo federal sobre a atuação do Ministério da Saúde durante o combate à pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19).

Para você

cine-itaguari

Monster Hunter

cine-itaguari

Tom & Jerry: O Filme

Close