Últimas Notícias sobre mercado financeiro

Foto: Renata Caldeira/TJMG

“Tenho três filhos pra cuidar, hoje a prioridade da minha vida é o mercado financeiro”. Com esta frase, declarada ao canal Nação Urubu 81, o ex-goleiro Bruno confirma o encerramento na carreira do futebol após dois meses atuando como trader, no mercado finaceiro.

Foto: Divulgação

As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) aumentaram a projeção para a expansão da economia brasileira pela sétima semana consecutiva.

Foto: Divulgação

O mercado financeiro fez previsão para a queda da economia brasileira este ano. Isso depois de um ajuste de 6,10% para 5,95%. Essa estimativa de recuo do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – foi publicada no boletim Focus, que é divulgado todas as semanas pelo Banco Central (BC), com a projeção de indicadores econômicos.

Foto : Arquivo/Agência Brasil

O governo federal manteve a projeção de queda do Produto Interno Bruto (PIB) 2020 em 4,7%. Os números foram divulgados hoje (15) pelo Ministério da Economia.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A previsão de instituições financeiras para a inflação este ano subiu. A previsão para a inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), passou de 3,29% para 3,31%.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Em mais um dia de otimismo no mercado financeiro, a moeda norte-americana fechou abaixo de R$ 4 pela primeira vez em mais de dois meses e a bolsa voltou a bater recorde. O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (28) vendido a R$ 3,992, com recuo de R$ 0,017 (-0,44%). A última vez em que a divisa tinha fechado nesse nível foi em 15 de agosto (R$ 3,99).

Foto: BC/ Divulgação

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu reduzir nesta quarta-feira (18) a taxa básica de juros – a Selic – em 0,5 ponto percentual, com isso, a taxa cai de 6% para 5,5% ao ano. A decisão atendeu ao que era esperado no mercado financeiro.

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O mercado financeiro espera que a taxa básica de juros, a Selic, seja reduzida em 0,5 ponto percentual, dos atuais 6% ao ano para 5,5% ao ano, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), marcada para esta terça e quarta-feira (18), em Brasília. A expectativa consta da pesquisa semanal do BC a instituições financeiras no Boletim Focus.

Close