Últimas Notícias sobre postos de trabalho

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A Bahia gerou 9.420 postos de trabalho com carteira assinada em agosto de 2020, resultado que decorre da diferença entre 43.764 admissões e 34.344 desligamentos. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, divulgados nesta quarta-feira (30) e sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan).

Foto : Camila Souza/GOVBA

A Bahia criou 3.182 postos de trabalho com carteira assinada em julho de 2020. O resultado decorre da diferença entre 34.820 admissões e 31.638 desligamentos. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, divulgados ontem (21) e sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan).

Foto: Divulgação

A decisão da Petrobras de “hibernar” os campos terrestres de produção de petróleo na Bahia e no Nordeste pode desempregar mais de 4 mil trabalhadores da região do litoral Norte, em Alagoinhas, além de São Sebastião do Passé, Candeias e Mata de São João.

Com o acordo, os que forem transferidos irão repartir R$26 milhões. Foto: Mauro Pimentel/AFP

O Ministério Público do Trabalho (MPT) fechou acordo parcial com a Petrobras do Brasil S.A na quinta-feira, 14, na sede do órgão, no Corredor da Vitória, em Salvador, dentro da ação que move por assédio moral no processo de desmobilização das unidades da petrolífera na Bahia.

A Bahia gerou 2.362 postos de trabalho com carteira assinada em junho de 2019 Imagem: Divulgação

A Bahia gerou 2.362 postos de trabalho com carteira assinada em junho de 2019, de acordo com as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), que são sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

Foto: Arquivo/ Agência Brasil

A Bahia gerou 2.362 postos de trabalho com carteira assinada em junho de 2019. O resultado decorre da diferença entre 46.922 admissões e 44.560 desligamentos. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais do estado (SEI).

Foto: Tony Winston/Agência Brasília

A Bahia gerou 5.706 postos de trabalho com carteira assinada em fevereiro de 2019. O resultado decorre da diferença entre 49.056 admissões e 43.350 desligamentos. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). Após eliminação líquida de postos de trabalho nos meses de fevereiro dos quatro anos imediatamente anteriores, a Bahia voltou a exibir registro positivo. O saldo de fevereiro de 2019 foi maior que o resultado de janeiro, quando 1.211 postos de trabalho foram criados, sem as declarações fora do prazo.

Close