Últimas Notícias sobre suicídios

Foto : Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) ironizou um suposto aumento de suicídios em meio à pandemia de coronavírus. Durante uma live nas redes sociais ontem (4), ele usou dados de uma suposta notícia que aponta o aumento dos casos e depressão durante o período de isolamento. Durante a transmissão, Bolsonaro disse que não errou “nenhuma” previsão sobre a pandemia, ao contrário do que aconteceu de fato. “Fevereiro de 21… (risos). Pode sorrir, Tarcísio, pode sorrir, tem problema não. A coisa é séria, pessoal. Gazeta do Povo: ‘Depressão e suicídio entre jovens aumentam durante a pandemia”, afirmou Bolsonaro, rindo, ao lado de Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura.

Foto: Reprodução/EBC

Desde o rompimento da barragem da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, a cidade mineira registrou crescimento de suicídios e tentativas, principalmente entre mulheres. Segundo reportagem do Estadão, a situação reflete a deterioração na saúde mental da população, comprovada pelo também crescimento no número de prescrições de antidepressivos e ansiolíticos (medicamentos para controlar ansiedade e tensão).

Foto: 13 Reasons Why (1.ª temporada)

Um estudo revelou que o número de suicídios cometidos por jovens norte-americanos, entre 10 e 17 anos de idade, registrou aumento um mês depois que a série “13 Reasons Why”, na qual uma jovem se suicida, estreou na Netflix, em março de 2017. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (30) no jornal da Academia Americana de Psiquiatria Infantil e Adolescente e informam que desde o início da primeira temporada da trama ocorreu um crescimento da quantidade de jovens que tiraram suas próprias vidas Pesquisadores do Hospital Infantil Nationwide em Columbus, Ohio, analisaram os números sobre suicídio entre janeiro de 2013 e dezembro de 2017. A série, no entanto, começou a ser exibida no dia 31 de março de 2017.

Close