Últimas Notícias sobre Vacinas

As primeiras doses da vacina contra a varíola dos macacos (monkeypox, em inglês) destinadas ao Brasil deverão chegar em setembro, de acordo com o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Daniel Pereira, e o secretário de Vigilância em Saúde da pasta, Arnaldo Medeiros. O país deverá receber 20 mil doses da vacina em setembro; e 30 mil, em outubro.

Foto: Felipe Del Rio/Superinteressante

O mês era agosto de 2020. As vacinas ainda não estavam disponíveis e o Brasil vivia seu pior momento na pandemia até então, com 1.000 mortes diárias por Covid. A neurologista Clarissa Lin Yasuda, da Unicamp, estava trabalhando em um estudo sobre os danos neurológicos da doença, analisando os cérebros de pacientes que haviam sobrevivido a ela.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, cobrou do governo uma explicação sobre a suposta perda de 28 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 até agosto.

Foto: Getty Images

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta sexta-feira (17) uma medida provisória para permitir que a iniciativa privada possa comprar vacinas contra a Covid-19 diretamente com os fabricantes.

Após decretar o fim da emergência em saúde pública em função da pandemia no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (PL) editou uma medida provisória, nesta sexta-feira (17), autorizando a iniciativa privada a comprar vacinas contra a Covid-19 diretamente com os fabricantes.

Um estudo feito pela Univerisade Southampton, no Reino Unido, mostra que a eficácia das vacinas Pfizer e AstraZeneca contra a covid-19 apresenta uma queda mais evidente em pacientes com câncer. Os dados foram publicados na revista científica The Lancet Oncology.

Foto: Freepik

O Congresso Nacional promulgou nesta sexta-feira (20) uma lei que autoriza o governo federal a doar vacinas contra a Covid-19 a outros países. A promulgação foi assinada pelo presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG). 

Foto: Marcelo Camargo /Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa) decidiu nesta quinta-feira (12) prorrogar por mais um ano a regra que permite o uso emergencial de vacinas e medicamentos contra a Covid-19.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) alertou para o risco do retorno de doenças como sarampo e poliomielite em razão da baixa cobertura vacinal de crianças.

A monarca britânica está com “sintomas leves de resfriado” e passa bem. Ela espera continuar com “tarefas leves” em Windsor durante a semana. “Ela continuará recebendo atendimento médico e seguirá todas as orientações apropriadas”, acrescentou o Palácio de Buckingham, por meio de um comunicado. Elizabeth 2ª estava em contato com seu filho mais velho e … continue

Close