Taxas de frete despencam 90% com cargas paralisadas por vírus

Foto : Tânia Rêgo/Agência Brasil

A crise do coronavírus na China atinge muitos mercados um dos mais afetados é o do frete. As taxas para os gigantes navios normalmente usados para transportar matérias-primas como minério de ferro, caíram 90% em relação ao pico de setembro, para menos de US$ 4 mil por dia, com base em um índice que rastreia os ganhos.

A queda nas taxas de frete destaca o peso da China nos mercados globais de commodities, com o novo coronavírus impactando do petróleo ao cobre.

O minério de ferro é uma carga que tem grandes fluxos marítimos anuais totalizando cerca de 1,6 bilhão de toneladas. Os navios transportam o principal ingrediente para a fabricação de aço de minas gigantes no Brasil e na Austrália para usuários na China e na Europa.

(Metro1)