TRF-4 anula sentença após ‘copia e cola’ de juíza da Lava Jato

0
91
-
Foto : Reprodução/Facebook

O Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4) anulou ontem (13) uma decisão da juíza Gabriela Hardt, que substituiu temporariamente o ex-juiz e hoje ministro Sergio Moro em ações referentes à Lava Jato em Curitiba. As informações são do portal UOL. O TRF-4 alegou que a magistrada “copiou e colou” texto de terceiros e usou em sua sentença.

O desembargador Leandro Paulsen justificou que “reproduzir, como seus, argumentos de terceiro, copiando peça processual sem indicação da fonte, não é admissível”.

Os magistrados João Pedro Gebran Neto (relator) e Carlos Eduardo Thompson Flores também votaram pela nulidade da sentença da juíza.

A magistrada teria se apropriado de fundamentos do Ministério Público Federal, “sem fazer qualquer referência de que os estava adotando como razões de decidir, trazendo como se fossem seus o s argumentos, o que não se pode admitir.”

Outra cópia

O argumento do TRF-4 é similar ao que é utilizado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que questionou Hardt pela sentença referente ao sítio de Atibaia e também sustenta que houve cópia por parte da magistrada.

Os advogados protocolaram nos autos perícia feita pelo Instituto Del Picchia, que constatou que houve, por parte de Hardt, “aproveitamento do mesmo arquivo de texto” usado na condenação do petista no processo que apura o caso tríplex no Guarujá (SP).

(Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui