Trump confirma morte de líder do Estado Islâmico: ‘Abu Bakr al-Baghdadi está morto’

-Foto: Divulgação/ Casa Branca
Foto: Divulgação/ Casa Branca

Em um pronunciamento convocado para este domingo (27) na Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou a morte do líder do Estado Islâmico (Isis), Abu Bakr al-Baghdadi . Ele foi emboscado no sábado (26) por uma operação do governo do país no noroeste da Síria.

“Ele foi o fundador do Isis, a mais impiedosa e violenta organização do mundo. Os EUA estavam procurando Baghdadi por muitos anos. Capturar ou matar Bhagdadi se tornou a prioridade em segurança nacional da minha administração”, disse Trump.

Segundo ele, al-Baghdadi estava sendo monitorado há semanas e, durante a operação na Síria, foi perseguido em um túnel e se matou com um colete de explosivos. Com a explosão, ele teria matado três crianças. Outras 11 teriam sido retiradas sem ferimentos do local onde o líder do Isis foi encontrado.

O presidente informou que nenhum agente envolvido na operação conduzida pelas forças de segurança estadunidenses foi morto. Já “uma grande quantidade de lutadores de Bhagdadi” morreu junto com al-Baghdadi.

O grupo terrorista ocupou o lugar fação terrorista liderada por Osama Bin Laden, e reivindicou diversos ataques violentos no mundo, entre eles o de Paris, em 2015, um dos piores da história recente da França, quando cerca de 130 pessoas foram mortas.

Bagdhadi, cujo verdadeiro nome é Ibrahim Awad al Badri, teria nascido em 1971 em uma família pobre da região de Bagdá. (Bahia.Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui