Acumulado de chuva supera a média histórica

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Desde o dia 1º de abril até esta sexta-feira (22), a Defesa Civil de Salvador (Codesal) registrou o acumulado de 368,2 mm de chuvas, 29% a mais do que a média histórica de 284,9 mm. Os dados foram registrados pela estação de referência no bairro Ondina.

Nas últimas 96 horas, período em que as chuvas ficaram mais intensas na capital, o órgão recebeu 1.409 solicitações de vistorias. Até às 11h desta sexta, já haviam sido notificadas 81 ocorrências.

Conforme a Defesa Civil, foram 17 ameaças de desabamento, três ameaças de desabamento de muro, 15 ameaças de deslizamento, seis árvores ameaçando cair, duas avaliações de área, 18 avaliações de imóveis alagados, seis desabamentos de imóveis, nove deslizamentos de terra, um galho de árvore caído, duas infiltração e duas orientações técnicas.

Até às 10h30 desta sexta, os maiores acumulados de chuva foram registrados nas localidades de Mont Serrat (41 mm), São Tomé de Paripe (21,1mm), Ondina (15 mm), Federação (14,4 mm) e Base Naval de Aratu (14 mm).

É previsto que desta sexta até domingo (24), a capital baiana tenha céu nublado a parcialmente nublado com chuvas fracas a moderadas, a qualquer hora do dia. De acordo com a Codesal, há risco para deslizamentos de terra.

O órgão ressalta que permanece de plantão 24 horas atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199. A população pode enviar um SMS com o número do CEP para 40199 e receber os boletins de alerta da Defesa Civil. O serviço é gratuito.