Através do programa das 12h30 do Voz da Bahia, empresários participam e ajudam jovens que vão representar SAJ no campeonato brasileiro de Karatê

O carateca Paulo Norberto, apresentador Marcus Augusto e o carateca Luiz Felipe / Foto: Voz da Bahia

No programa das 12h30 desta quinta-feira (17), os caratecas Paulo Norberto, 19 anos e Luiz Felipe, 23 anos, estiveram presentes no estúdio do Voz da Bahia e relataram sobre as dificuldades que vem enfrentando para representar o município de Santo Antônio de Jesus no campeonato brasileiro.

Durante entrevista, os esportistas explicaram que foram convocados para o Campeonato Brasileiro de Karatê, mas é necessário patrocínio para arcar com os custos, “precisamos de apoio para passagem, alimentação, inscrição, entre outras coisas”, informou Paulo.

Paulo e Luiz esclareceram que o Campeonato Brasileiro é dividido entre fases classificatórias e fase final, “de antemão, já estamos na Seleção Baiana, onde os atletas que vão para o campeonato brasileiro tem que estar filiados primeiramente a uma federação e nós já estamos nessa seleção pré-selecionados para ir à classificatória”, explica.

Para surpresa dos caratecas, durante a entrevista a empresa Office Car de Santo Antônio de Jesus anunciou ao vivo uma parte do patrocínio para os esportistas, “suas viagens estão pagas”, informou os proprietários por meio das redes sociais.

Ainda durante o programa, o radiologista do hospital Incar, Dr. Dammi Conceição aproveitou a oportunidade da entrevista e revelou que irá custear as passagens dos meninos, “antes de entrar no ar, eu estava ouvindo a entrevista dos jovens e me recordou algumas coisas da infância, pois eu também fiz karatê, por isso, gostaria de oferecer em nome do Incar Imagem a inscrição dos dois no campeonato que eles estão pleiteando”, explica.

O radiologista ressalta a importância da valorização do esporte: “é importante incentivar o esporte como karatê, pois forma a personalidade e o caráter, não só dos atletas, mas de todos que praticam a arte marcial mesmo que, apenas pelo prazer ou pela atividade física”, diz.

Redação: Voz da Bahia