Bahia se despede da Sul-Americana com derrota para o Torque em Pituaçu

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O Bahia está fora da Copa Sul-Americana e com direito a uma dura derrota. Na noite desta quarta-feira (26), o Esquadrão perdeu por 4 a 2 para o Montevideo City Torque no estádio de Pituaçu. Thonny Anderson e Nino marcaram para o Tricolor, enquanto Pizichillo, Guzmán, Scotto e Allende marcaram a favor dos uruguaios.

Com o revés, o Tricolor fechou a sua participação no terceiro lugar, com oito pontos. O classificado da chave foi o Independiente, que venceu o Guabirá por 1 a 0 e confirmou a liderança do Grupo B.

Agora, o Bahia começa a pensar no Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, o Bahia enfrenta o Santos, às 20h, no estádio de Pituaçu. 

O JOGO

Bahia faz gol relâmpago com Thonny Anderson

Logo no primeiro minuto, o Bahia abriu o placar. Após erro na saída de bola do Torque, Thaciano ficou com a bola na intermediária e serviu Thonny Anderson na entrada da área. O atacante dominou e mandou de esquerda para o fundo do gol.

Após sofrer o gol, o Torque até tentou ir à frente, mas foi o Esquadrão que quase marcou o segundo aos 13. No lance, Nino cruzou na área, Thonny Anderson dividiu com a defesa e a bola passou muito perto.

Pizzichillo empata o jogo

Aos 24 minutos, o Torque chegou ao empate. Após lançamento, Del Prete desviou de cabeça para Pizichillo no lado direito da grande área. O lateral mandou uma bomba para vencer o goleiro Mateus Claus.

Matheus Bahia expulso

O Bahia ficou com um a menos aos 28 da primeira etapa. Após fazer falta em Dario Pereira, Matheus Bahia recebeu o segundo cartão amarelo e o consequente vermelho. Ele já havia recebido uma advertência aos 19.

Scotto vira para o Torque

Aos 38, Del Prete lançou Álvarez na grande área e ele serviu Scotto, que completou para o gol com liberdade. Foi a virada do Torque dentro do primeiro tempo.

Antes do apito para finalizar a primeira etapa, Juninho Capixaba cobrou escanteio e Thaciano cabeceou muito perto do gol.

Segundo tempo

Nino faz o segundo do Bahia

Logo no início do segundo tempo, o Bahia marcou o gol de empate. Nino Paraíba recebeu lançamento de Daniel em velocidade e tocou por cima do goleiro Guruceaga.

Conti expulso

A reação tricolor esfriou com mais uma expulsão aos sete minutos. No lance, Conti chegou duro com o cotovelo e a arbitragem mostrou o cartão vermelho.

Aos 16, Álvarez cruzou na área, Del Prete cabeceou e a bola passou muito perto.

Guruceaga toma cartão vermelho

Com 19, o goleiro Guruceaga do Torque foi expulso após entrar de carrinho em Juninho Capixaba. 

O time uruguaio quase marcou o gol aos 25 minutos. No lance, Álvarez cruzou, Del Prete cabeceou e a bola passou por baixo das pernas de Mateus Claus, mas o arqueiro do Esquadrão conseguiu evitar que a bola ultapassasse a linha.

Dois minutos depois, quase o Bahia chegou ao terceiro gol. Maycon Douglas recebeu passe de Óscar Ruiz e ficou de frente para a meta, mas a finalização foi em cima do goleiro Fiermarín.

Allende marca o terceiro do Torque

Aos 31, o Torque chegou ao terceiro gol. Na jogada, Rak cruzou, Guzmán cabeceou no travessão e a bola sobrou limpa para Allende empurrar de cabeça.

Já abatido em campo, o Bahia tentou com Rodriguinho aos 38. De longe, o camisa 10 mandou por cima da meta dos uruguaios. Aos 44, Maycon Douglas chutou para defesa do goleiro.


Guzmán faz o quarto e fecha o placar

Ainda deu tempo do quarto gol. Aos 48, Fiermarín cobrou tiro de meta, Juninho Capixaba errou o cabeceio e a bola sobrou limpa para Guzmán bater para a rede.

FICHA TÉCNICA
Bahia 2 x 4 Torque
Copa Sul-Americana – 6ª rodada

Local: Pituaçu, em Salvador
Data: 26/05/2021 (quarta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Mário Diaz de Vivar (Paraguai)
Assistentes: Luis Onieva e Julio Aranda (ambos do Paraguai)

Cartões amarelos: Matheus Bahia (2x), Thonny Anderson, Patrick (Bahia) / Pereira, Pizzichillo, Del Prete (Torque)

Cartões vermelhos: Matheus Bahia, Conti (Bahia) / Guruceaga (Torque)

Gols: Thonny Anderson, Nino Paraíba (Bahia) / Pizzichillo, Scotto, Allende, Guzmán (Torque)

Bahia: Mateus Claus; Nino Paraíba (Renan Guedes), Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Thaciano (Óscar Ruiz) e Daniel (Lucas Fonseca); Rossi (Maycon Douglas), Rodriguinho e Thonny Anderson (Juninho Capixaba). Técnico: Dado Cavalcanti.


Torque: Guruceaga; Pizzichillo, Arismendi, Rak e Álvarez; Scotto, Brun (Fiermarín) e Allende (Joaquín Pereyra); Pereira, Álvarez e Del Prete (Guerrero). Técnico: Pablo Marini. (BN)