Bahia tem 24 medicamentos para Aids e outras doenças com estoque zerado

0
109
-Foto : Fábio Pozzebom/Agência Brasil
Foto : Fábio Pozzebom/Agência Brasil

Vinte e quatro medicamentos adquiridos pelo Ministério da Saúde e distribuídos para estados e municípios estão com estoque zerado na Bahia, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Pacientes com HIV/ Aids vão sofrer com o abastecimento da Zidovudina. O medicamento está associado ao prolongamento da sobrevida dos pacientes, com redução das possíveis infecções e outras melhoras imunológicas. Os remédios com estoque zerado também são usados para tratamento de doenças como tuberculose, hanseníase, hepatite, artrite reumatóide, Alzheimer, Parkinson, esclerose múltipla. Os medicamentos atendem ainda a pacientes com tecidos transplantados, dentre outros. Conforme a secretaria estadual, a maioria dos medicamentos não tem substituto, nem solução de abastecimento imediata. A Sesab informa que faz notificações ao Ministério da Saúde a respeito do desabastecimento e também comunica ao Ministério Público Federal (MPF). O último comunicado foi feito no dia 22 de abril. Outros 19 outros medicamentos encontram-se com estoque crítico e só deve durar 45 dias. O Metro1 procurou a assessoria de imprensa do ministério e não obteve resposta até a publicação. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui