Bolhas de contenção e intubação são entregues para S. A. de Jesus; Cruz das Almas e mais 72 municípios da BA

-
Foto: Divulgação

Na Bahia, 91 municípios já receberam bolhas de contenção e de intubação. O equipamento é confeccionado com material acrílico transparente, e tem o objetivo de reduzir os casos de intubação entre paciente portadores da Covid-19, bem como os riscos de contaminação entre os profissionais de saúde que trabalham na linha de frente de combate à pandemia.

Nesta quarta-feira (15), um lote com 134 destes equipamentos foi enviado para hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) que atendem pacientes com a Covid-19 em 72 municípios, que também receberam 72.000 máscaras de tecido e 1.380 protetores faciais de acrílico.

Ao todo já foram entregues 450 bolhas de contenção e de intubação para unidades de Saúde da Bahia.

“Estamos ampliando a segurança dos profissionais de Saúde com estes equipamentos desenvolvidos pelo Senai Cimatec em parceria com o Governo da Bahia e com o apoio das empresas Unigel, que fez a doação de chapas acrílicas, e a Klabin, que doou caixas de papelão para o transporte dos equipamentos”, destaca o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

Os 72 municípios atendidos com o lote são: Amélia Rodrigues, América Dourada, Apuarema, Aurelino Leal, Barra do Choça, Barra Preto, Belmonte, Brumado, Buerarema, Cachoeira, Cafarnaum, Camamu, Campo Formoso, Capela do Alto Alegre Capim Grosso, Caravelas, Casa Nova, Catu, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Cruz das Almas, Filadélfia, Gandu, Gentio do Ouro, Guaratinga, Ibirapitanga, Ibirataia, Ibotirama, Igrapiúna, Iguaí, Ipiaú, Iraquara, Itanhém, Itapetinga, Ituberá, Jaguaquara, João Dourado, Luís Eduardo Magalhães, Macururé, Maragogipe, Medeiros Neto, Mucuri, Muritiba, Nazaré, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Nova Soure, Paulo Afonso, Piraí do Norte, Pojuca, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Riachão do Jacuípe, Ruy Barbosa, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Gonçalo dos Campos, Serra Preta, Sobradinho, Taperoá, Terra Nova, Uauá, Ubaitaba, Ubatã, Una, Valença e Wenceslau Guimarães.

“Através desse novo projeto, estamos expandindo as ações de combate à Covid-19. Agora atuaremos com equipamento que busca diminuir a intubação precoce de pacientes, ampliando a possibilidade de tratamentos com suportes ventilatórios não invasivos e diminuindo as possibilidades de infecções”, explica Ricardo Alban, presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui