Bolsonaro já volta a considerar compra de vacina chinesa, diz colunista

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro voltou a considerar a compra da vacina Coronavac, produzida pela empresa chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantã, para a Covid-19. A informação é da colunista Bela Megale, do jornal O Globo.

Bolsonaro se posicionou contra a vacina há duas semanas, chegando a dizer que não tomaria o imunizante caso ele viesse da China. De acordo com a publicação, o presidente já considera comprar a vacina caso ela seja a primeira a ser autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ainda conforme a publicação, o presidente ainda não se posicionou publicamente sobre uma possível compra da vacina, mas seus ministros e auxiliares, e até mesmo o vice-presidente Mourão, já fazem declarações a favor da vacina. (Bahia Notícias)