Bolsonaro vê Moro como ‘egoísta’ por não apoiar críticas a medidas restritivas

-
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro teria chamado o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) de “egoísta” por não apoiar seu posicionamento diante da pandemia do novo coronavírus. O ex-capitão do Exército é contra as medidas restritivas estabelecidas por estados e municípios.

De acordo com informações do jornal O Estado de S.Paulo, Bolsonaro disse em conversas reservadas no final de semana que Moro só age quando pode aumentar seu próprio capital político. A observação foi acompanhada de avaliações como “só pensa nele” e “não está fazendo nada” para ajudar o governo.

Nos bastidores, Moro teria decidido apoiar o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nas medidas de distanciamento social e isolamento da população. Nas redes sociais, o ex-juiz chegou a escrever que “prudência no momento é fundamental”, ao compartilhar um artigo do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, sobre ser o momento de ouvir a ciência. (Bahia.Ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui