Bom Jesus da Lapa: Servidora é condenada após desviar R$ 14 mil usando cheques destinados à educação

0
107
-Foto : Divulgação
Foto : Divulgação

Uma servidora pública do Município de Bom Jesus da Lapa foi condenada pela Justiça Federal à perda da função e ao ressarcimento de R$ 14,8 mil por enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e agir contra os princípios da administração pública 

A condenação foi após pedido do Ministério Público Federal (MPF), que entrou com ação de improbidade. Ela ainda foi proibida de contratar com o Poder Público ou receber dele benefícios ou incentivos fiscais ou de créditos, pelo prazo de dez anos.

Segundo as investigações, entre janeiro e abril de 2013, Flávia Carvalho Garcia se aproveitou da sua condição de coordenadora Financeira do Programa Dinheiro Direto da Escola (PDDE) para utilizar cheques do programa que lhe foram entregues. 

Alguns cheques estavam em branco e outros já tinham assinaturas dos representantes referidos. Ela desviou ao menos R$ 14,8 mil das contas bancárias de 20 unidades escolares, usando 21 cheques indevidamente preenchidos ou com assinaturas falsificadas, de acordo com o MPF. 

Flávia já havia sido condenada pela Justiça, em julho do ano passado, a seis anos e seis dias de prisão, em regime semiaberto. (Metro1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui