Buerarema: Ação pede suspensão de projeto por sugerir ilegalidade de prefeito

-
Foto: Reprodução / MP-BA

Uma ação pede a suspensão de um projeto em tramitação na Câmara de Vereadores de Buerarema, no Sul baiano, que concede uma área da prefeitura para uma empresa implantar um aterro sanitário. Conforme a representação, emitida pela Marca Construtora e Serviços LTDA, o caso aponta ilegalidade devido a pré-candidatura à reeleição do atual prefeito Vinicius Ibrann Dantas Andrade Oliveira.

Segundo a ação, Vinicius de Orlando Filho, como o prefeito é conhecido, enviou projeto à Câmara com tramitação em regime de urgência/urgentíssima para autorizar a doação de mais de 5 hectares em um terreno público municipal situada na localidade de Ribeirão Seco, às margens da BR-101. A beneficiada seria a RAC Saneamento e Tecnologia Ambiental.

A justificativa do gestor em encaminha o projeto é a necessidade de o município cumprir à Politica Nacional de Resíduos Sólidos com a construção do aterro sanitário, forma mais adequada de destinação de lixo. (BN)