Câmara aprova requerimento que pede ao TCU auditoria sobre compra de Viagra pela Marinha

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom / Agência Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (8), um requerimento que solicita ao Tribunal de Contas da União (TCU) a realização de uma auditoria para avaliar a regularidade das Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP’s) nos laboratórios das Forças Armadas, nos últimos 10 anos.

O requerimento foi protocolado pelo deputado Jorge Solla (PT-BA) e aprovado pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara. Uma das parcerias a ser auditada, está a cooperação entre a farmacêutica EMS e o laboratório da Marinha, que firmava a transferência de tecnologia do Viagra para atender pacientes do SUS com hipertensão pulmonar. 

Por conta da parceria, desde 2019 a Marinha adquire o medicamento da EMS e vende ao SUS, sem licitação, com um valor 550% maior que o registrado em pregões realizados pelo Departamento de Logística do Ministério da Saúde. Ao todo, 11 milhões de comprimidos foram adquiridos pela Marinha por R$ 33 milhões. Se comprados pelo Ministério da Saúde, os comprimidos sairiam por R$ 5 milhões – uma diferença de R$ 27 milhões. (BN)