Cantor sertanejo é preso por matar ex-companheira a facadas

Foto: Arquivo pessoal

O cantor sertanejo Antônio Marcos Bueno foi condenado a 30 anos de prisão, nesta terça-feira (1º), pelo assassinato da ex-companheira, Camila Lourenço, morta com dez facadas, em abril do ano passado. 

O julgamento foi realizado no Fórum de Araraquara, em São Paulo, e durou cerca de nove horas.

A vítima foi morta após uma discussão e a defesa do cantor alegou legítima defesa. Após júri popular, o suspeito foi condenado por homicídio e feminicídio.

A decisão cabe recurso, mas a defesa ainda não se pronunciou sobre o caso. (BNews)