Cargo de Regina Duarte na Cinemateca está descartado e fundação pode ser extinta; entenda

-

O cargo prometido pelo presidende Jair Bolsonaro a Regina Duarte está descartado, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (3/6) pelo colunista Ricardo Feltrin, do UOL. De acordo com o jornalista, o governo federal pretende fechar a Cinemateca, que seria presidida pela artista. A Fundação Roquette Pinto, que atualmente gere a instituição, irá demitir os cerca de 150 funcionários que trabalham no local.

O Ministério Público de São Paulo deve invetigar os motivos para o fechamento da pasta, que existe desde a década de 40. Vale lembrar que a atriz ainda é a Secretária Especial de Cultura do Brasil até a próxima segunda-feira (8/6), quando sairá efetivamente do cargo.

Regina deve ser nomeada para algum cargo nível DAS (Direção e Assessoramento Superior) com salário em torno de R$ 15 mil, igual ao que recebia, mas sendo nomeada pelo Ministério do Turismo. A atriz recebe, ainda, cerca de R$ 7 mil mensais como pensão alimentícia de seu pai, que foi primeiro-tenente no Exército e morreu em 1981.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui