Caso Neymar: Advogado diz que celular de Najila sumiu depois de depoimento

0
265
-
Najila Trindade Mendes de Souza na Delegacia da Mulher de Santo Amaro, em São Paulo — Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo

A modelo Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa o jogador Neymar de estupro e agressão, prestou depoimento nesta terça-feira (18) na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) na Zona Sul de São Paulo.

Najila chegou por volta das 11h40, acompanhada de seu novo advogado, e saiu às 15h50. Ela foi à delegacia que fica ao lado para falar sobre o caso do arrombamento do seu apartamento e ficou lá até o início da noite.

- Anúncio -

Nesta segunda-feira (17), a Justiça determinou que ela entregasse o telefone celular para a polícia. Segundo Cosme Araújo, novo advogado de Najila, ela não entregou o telefone porque o aparelho não está mais com ela.

“Ela disse onde ficou o celular, ou no carro do ex-advogado ou na casa onde ela esteve depois no dia que ela esteve aqui”, afirmou. “Ela saiu para vir aqui prestar depoimento e quando saiu daqui ela foi levada para um hospital. Quando ela voltou não teve mais acesso ao celular.”

O advogado afirmou que Najila bateu em Neymar em resposta à agressão e estupro que teria sofrido no dia anterior no encontro em hotel de Paris. “Ela bateu nele porque baiano é bicho arretado, bateu levou”, disse.

Cosme Araújo é o terceiro advogado de Najila. É a primeira vez que ele esteve na delegacia e se apresentou à delegada Juliana Lopes Bussacos. “Há um manancial de provas”, disse o o advogado.

Ele citou outros casos envolvendo esportistas famosos acusados de estupro. “Lembra do caso Mike Tyson? Qual foi a diferença? Ele tá condenado. Lembra do Robinho? Tá condenado a 9 anos em grau de recurso. Porque Neymar é o rei? Não sei.”

Ele mora em Ilhéus (BA) e agora vai ter acesso aos autos e todas as informações do inquérito.

“Nos queremos buscar a verdade. Não é a verdade real, porque não existe a verdade irreal. Apenas a verdade”, disse o advogado.

Ele rebateu o depoimento dado pelo jogador na sexta-feira, quando Neymar afirmou à polícia que deu tapas a pedido dela, e que modelo posou para fotos das nádegas.

“Acreditar que mulher gosta de sexo selvagem só porque é mulher e Neymar é o ídolo? Ela queria bater nele no mesmo dia que ele praticou o ato, só que ele não voltou. Tinha prometido voltar e não voltou. No dia seguinte ela atraiu ele para o hotel.”

“Em momento nenhum ela disse que queria casar com Neymar. Ela queria tanta coisa com Neymar ela não queria que ninguém visse ela com ele. Se ela quisesse ela iria para o restaurante. Não foi para lugar nenhum.”

Após o depoimento

O advogado afirmou que a modelo prestou declarações, não depoimento, em dois inquéritos em que ela figura como vítima: agressão e estupro ocorrido em Paris, e arrombamento do apartamento em São Paulo. Por precatório, ela foi ouvida no inquérito em que Neymar é investigado no Rio de Janeiro sobre a divulgação das fotos íntimas de Najila.

Ela também foi ouvida em um procedimento sobre a possível extorsão cometida pelo primeiro advogado dela. Ela não é investigada em nenhum deles. Segundo a policia, ainda não há um inquérito sobre isso.

Segundo ele, o estado emocional de Najila “é de uma pessoa que já morreu, morreu e só falta deitar”. Afirmou ainda que “há provas suficientes para Neymar ser indiciado”. (G1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui