Caso Paraiso Perdido: Delegado que investiga morte de Léo Troesch se aposenta; reprodução simulada é adiada

Foto: Reprodução/TV Bahia

O delegado Rafael Magalhães, responsável pelas investigações da morte do empresário Leandro Troesch, dentro de um dos quartos da Pousada Paraíso Perdido, em Jaguaripe, no baixo sul da Bahia, e do funcionário Marcel da Silva Vieira, conhecido como Billy, se aposentou do cargo.

A publicação foi feita no Diário Oficial no sábado (14). A Polícia Civil informou que ainda não foi designado um novo delegado titular para a Delegacia Territorial (DT) de Jaguaripe, mas a 4ª Coordenadoria Regional (Coorpin) acompanha o caso.

Uma reprodução simulada na pousada Paraíso Perdido estava marcada para segunda-feira (23). Com a mudança do delegado, o processo foi adiado e não tem data para acontecer.

No dia 7 de abril, o delegado Rafael Magalhães foi transferido da delegacia de Jaguaripe para Santo Antônio de Jesus. A ação foi cancelada no mesmo dia. (G1)