Como presidente do PSDB de SAJ, Dr. Leonel diz que não ver apoio de parte do grupo de Genival em ‘Dal’ para Deputado Federal

Foto: Voz da Bahia

O Secretario de Saúde de Santo Antônio de Jesus e presidente do PSDB do município Dr. Leonel Cafezeiro, esteve presente no Programa Meio Dia e Meia do Voz da Bahia e falou sobre o apoio do grupo a um deputado estadual e federal nas eleições de 2022, além do seu candidato ao governo do estado.

Ao contrário do que é especulado no meio político, Leonel afirma que não vê movimentação do PSDB e nem da parte do grupo de Genival Deolino em vir apoiar a candidatura para Deputado Federal de Adalberto Rosa Barreto, popular Dal (PP) que é atual Estadual. O secretário ainda reforça, que existem outros nomes que irão surgir e cada um terá sua escolha, “geralmente cada vereador irá apoiar o deputado do seu partido. Na administração de Euvaldo Rosa (PSB), por exemplo, o grupo foi praticamente unanime em um candidato Estadual e diversificou o Federal. Isso aconteceu porque o município precisa de verbas e só quem tem condição de trazer verbas são os deputados federais, os estaduais trazem alguma obra, mas verba para custeio ou para investimento são os deputados federais que transferem. Eles encaminham para a união e destinam ao município,”, explica.

NÃO ACREDITA SER DEFINITIVO O ROMPIMENTO DE JOÃO ROMA COM ACM NETO:

Ainda sobre as futuras eleições, o presidente do PSDB de Santo Antônio de Jesus pontua que quanto ao apoio a candidato ao Governo do Estado, ainda há muitas coisas para serem traçadas, “às vezes há 20 candidatos, mas com o passar do tempo, esse número vai diminuindo, porque cada um tem a sua viabilidade, vai ter seus acordos e chegar finalmente àqueles que serão realmente candidatos. O nome de João Roma vem sendo cogitado desde que o mesmo se tornou Ministro da Cidadania do presidente Jair Bolsonaro se desenhou o rompimento dele com o ex-prefeito ACM Neto (DEM), mas ninguém garante que esse rompimento seja definitivo, porque eles sempre foram muito próximos, então vamos aguardar,” concluiu.

Reportagem: Voz da Bahia