Coutinho, Neymar, Jesus e Firmino devem jogar juntos depois de um ano; Everton corre por fora

0
120
-
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Apesar da provável formação inicial contra o Senegal, com o desenho tático mais usado recentemente – ou seja, com dois volantes (Casemiro e Arthur) lado a lado, um meia (Coutinho) e três atacantes (na Copa América, Jesus na direita, Everton na esquerda e Firmino na frente) -, a produção ofensiva e o equilíbrio tático da equipe que vão determinar a manutenção dos titulares no time de Tite.

O técnico e seus auxiliares partem de duas escalações com sua frente ofensiva completa – ou seja, com todos jogadores considerados ideais para o momento da Seleção. O Brasil volta a treinar nesta tarde, às 17h30 (local), às 6h30 (de Brasília). O time titular só deve ser formado na última atividade antes do jogo, na próxima quarta-feira.

- Anúncio -

Formação 1:

Com Neymar pela esquerda, Coutinho pelo centro, como já atuou na Copa América e nos amistosos nos EUA, Jesus pela direita e Firmino na frente.

Nesta formação, a troca de posições de Neymar e Coutinho foi testada durante alguns poucos treinos nos EUA e ocasionalmente em campo – no fim da partida contra a Colômbia, forma que Neymar terminou o empate por 2 a 2.

Neste caso, Everton Cebolinha, destaque da Copa América, começaria no banco.

Com Neymar, Coutinho, Jesus e Firmino: um dos quartetos ofensivos que Tite imagina para o Brasil  — Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Formação 2:

A mesma da Copa América, com Everton espetado de um lado, Jesus do outro e Firmino na frente, mas com Neymar na posição de Coutinho.

Neymar já atua assim muitas vezes no PSG e é uma função que agrada a Tite – e dá mais liberdade ao camisa 10 da seleção brasileira.

Desta maneira ele não perderia a agressividade de Everton pela ponta esquerda. Ao mesmo tempo, a composição do meio de campo – principalmente pelo preenchimento de espaços por zona – pediria maior equilíbrio.

Com Everton, sem Coutinho e Neymar pelo meio: a outra alternativa que Tite imagina para o Brasil — Foto: GloboEsporte.com
Foto: GloboEsporte.com

Em qualquer uma das formações, Casemiro e Arthur, lado a lado, são absolutos. O treinador está satisfeito com o crescimento gradativo do meio-campista do Barcelona na seleção brasileira. A comissão tenta passar confiança ao ex-gremista para se lançar mais ao ataque e arriscar mais infiltrações e passes decisivos – como da final da Copa América, para Jesus marcar o gol do desempate nos 3 a 1 sobre o Peru.

Com apenas um ou dois treinos no máximo para fazer antes da partida contra Senegal – apesar da apresentação marcada para o dia 7, o grupo completo só deve se encontrar no dia 8, devido ao longo deslocamento -, Tite vai manter a base titular que enfrentou a Colômbia – inicia, provavelmente, com Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva, Alex Sandro; Casemiro, Arthur, Coutinho (Everton); Jesus, Neymar e Firmino.

Diante da Nigéria, com mais duas sessões de treinos apenas – uma delas que deve ter apenas regenerativo para os titulares do jogo contra Senegal -, Tite vai mexer mais na equipe e promover mudanças para o segundo amistoso.

Os dois jogos serão às 9h (de Brasília), 20h de Singapura, no estádio Nacional de Singapura. TV Globo, SporTV e GloboEsporte.com transmitem ao vivo. (Globo Esporte)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui