Cristão ouve a voz de Deus durante ataque do Boko Haram: “Nada vai te acontecer”

0
204
-
Foto: Reprodução

A perseguição religiosa aos cristãos na Nigéria já vitimou milhares de vidas nos últimos anos, mas também fez com que muitos sobreviventes tivessem experiências sobrenaturais com Deus, de modo que seus testemunhos agora inspiram, fortalecem e também servem como instrumento de conversão para centenas de pessoas que encontram em Cristo a Verdade libertadora do Evangelho.

Um desses testemunhos é o de Ibrahim, um cristão nigeriano que esteve no Brasil entre os dias 27 de setembro e 13 de outubro, contando o seu testemunho de fé nas igrejas. Ele revelou que ouviu a voz de Deus durante um ataque à sua vila em 2014, promovido pelo grupo terrorista islâmico Boko Haram.

- Anúncio -

“Quando vi aquela turba invadindo a vila, pensei: ‘Estou entre a vida e a morte’.  Orei por coragem e estratégia e pedi que Deus desse uma solução: sair da casa e enfrentar o grupo lá fora ou esperar que minha casa fosse invadida ou até atingida por lança-foguetes”, disse Ibrahim.

Ele contou que os radicais islâmicos entraram na vila gritando ‘allahu akbar’ (que significa ‘Alá é o maior’) e “cristãos, seu fim chegou hoje”. Apesar disso, o cristão nigeriano disse que Deus falou com ele de forma muito clara: “Então ouvi uma voz que dizia: ‘Você não vai morrer hoje. Nada vai te acontecer. Estou com você’”, contou.

A certeza de que Deus guardaria a sua vida, no entanto, não significou que deveria ficar parado, esperando a aproximação dos terroristas.  “Correndo, me dirigi a Deus entregando a ele a minha vida”, disse ele.

“Deus tem um plano para mim, pois as balas passavam por mim e tudo o que eu podia ouvir eram sons de tiros em minha direção. Não sei quando parei de correr, mas Deus me livrou das balas e de ser capturado pelo grupo”, completou.

Muitas casas foram destruídas e pessoa mortas. Durante entrevista ao portal Guiame, Ibrahim contou que os cristãos até hoje sofrem intensa discriminação na sociedade. Mas apesar da perseguição, eles se mantém firmes na fé em Cristo, pois sabem das promessas do Reino vindouro.

“A nossa vida continua, independente da perseguição. Saber que Deus é bom e que está comigo. Eu vou precisar viver, independente da minha escolha. Posso viver uma vida como o mundo vive, mas eu escolho viver com Deus”, disse Ibrahim.

“O que me encoraja é saber que minha vida é eterna em Deus e que que eu tenho uma vida na eternidade. A vida futura é maior e melhor que a presente. Eu vivo esta vida, trabalhando minha salvação, para que eu alcance a outra”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui