Dilma defende que Lula não aceite sair da prisão para regime semiaberto

0
81
-
Foto: Reprodução / Facebook

Presente em um ato de apoio a Lula em Madri, na Espanha, a ex-presidente Dilma Rousseff defendeu que ele não aceite a progressão de pena para regime semiaberto.

Segundo ela, não seria justo Lula deixar a cadeia precisando usar tornozeleira eletrônica.

- Anúncio -

“Ele não pode sair com um controle eletrônico amarrado na perna. Ele quer sair como um inocente. Só se sai da prisão com a cabeça em pé, não se sai curvado”, disse Dilma.

A ex-presidente ainda se referiu aos procuradores do Ministério Público Federal (MPF) como “fiscais” e os acusou de colocar em prática um novo plano para Lula.

“Agora, os fiscais [procuradores] querem tirar Lula rapidamente da prisão. Ficou problemático para os fiscais manterem Lula preso até porque o Supremo Tribunal, a Corte Suprema brasileira, está querendo colocar um ‘stop’ nesse processo. E eles querem se antecipar. E, mais uma vez, pretendem submeter Lula a condições que nós consideramos incorretas”, falou. (bahia.ba)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui