Dólar fecha em alta impulsionado por inflação dos EUA

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O dólar fechou em alta nesta segunda-feira (6), atingindo assim o maior patamar desde abril. à medida que a possibilidade de aumentos antecipados de juros nos Estados Unidos ofuscava expectativas de investidores em torno da reunião de dois dias do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central desta semana, que se encerra na quarta.

A moeda norte-americana subiu 0,13%, a R$ 5,6898. É o maior patamar de fechamento desde 13 de abril (R$ 5,7161).

Segundo a economista do Ourinvest Cristiane Quartaroli a alta dos juros das treasuries ocorre em meio à expectativa da antecipação das altas dos juros nos Estados Unidos. “Apesar da criação de vagas ter sido menor que o esperado, a taxa de desemprego caiu e isso alimenta a expectativa de que o Federal Reserve possa elevar antes do previsto os juros”, diz em entrevista ao Valor Econômico.

Na sexta-feira, o dólar fechou em alta de 0,42%, a R$ 5,6823, acumulando avanço de 1,56% na semana. No mês, acumula alta de 0,85%. No ano, o salto é de 9,69% frente ao real. (bahia.ba)