Dólar inicia maio com alta de 2,60% e retoma o patamar dos R$ 5

Foto: Agência Brasil

O dólar fechou esta segunda-feira (2) em alta de 2,60%, cotado a R$ 5,0708. Essa foi a maior valorização diária desde 22 de abril (+4,07%), que havia sido o salto mais intenso da moeda norte-americana desde o início da pandemia de Covid-19. A divisa também registrou o maior patamar para encerramento desde 16 de março passado (R$ 5,0917).

Com o resultado desta segunda, o dólar acumula queda de 9,04% no ano.

Já o Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo, a B3, fechou esta segunda-feira em queda de 1,15%, em 106.639 pontos. O dia foi considerado negativo para os ativos domésticos diante de preocupação com a economia chinesa, temor por inflação e expectativa por decisões de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos. Este é o menor patamar de fechamento desde 17 de janeiro (106.373 pontos).

Na sexta-feira, a bolsa recuou 1,86%, a 107.876 pontos, encerrando abril com queda de 10,10%, o pior mês desde março de 2020, quando o índice perdeu 29,9%. No ano, ainda há alta de 1,73%. (bahia.ba)