Últimas Notícias sobre ECONOMIA

© Reuters

Pela nona vez seguida, o Banco Central (BC) não alterou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a taxa Selic em 6,5% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros.

Foto: Divulgação

Os estudantes que contrataram o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) pelo Banco do Brasil e tem algum débito, podem negociar a dívida pelo celular. A instituição financeira abriu um espaço no aplicativo para formalizar as renegociações.

O ministro da Economia Paulo Guedes durante audiência na comissão especial da Previdência para apresentar propostas da PEC 006/19 Foto: RENATO COSTA /FRAMEPHOTO / Estadão

O rombo da Previdência é um buraco fiscal que “ameaça engolir o Brasil” e precisa ser atacado, defendeu o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quarta-feira, 8, em audiência pública da Comissão Especial da reforma da Previdência.

Foto : Reprodução/Twitter

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje (8) que ficará feliz em manter as tarifas sobre as importações chinesas, acrescentando que a China está equivocada se espera negociar o comércio mais tarde com um governo democrata, segundo a Reuters. “A China acaba de nos informar que eles (vice-premiê) estão chegando aos EUA para fazer um acordo. Veremos, mas estou muito feliz com mais de US$ 100 bilhões por ano em tarifas enchendo os cofres dos EUA”, acrescentou.

Foto : Marcello Casal jr/Agência Brasil

O Brasil ficou fora da lista dos 25 melhores países para investir pela primeira vez em 21 anos. Feito pela consultoria empresarial norte-americana A.T. Kearney, o ranking começou em 1998, e é baseado em pesquisa com 500 executivos de grandes corporações mundiais, avaliando as chances destas empresas investirem em cada país.

Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Receita Federal abre hoje (8) consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda (IR) Pessoa Física de maio. Ao todo, serão desembolsados R$ 260 milhões para 134.720 contribuintes que estavam na malha fina das declarações de 2008 a 2018, mas regularizaram as pendências com o Fisco.

Foto: Divulgação

O governo bloqueou 87% do orçamento previsto para a realização do Censo em 2019. A pesquisa populacional vai a campo ano que vem, mas os preparativos já ocorrem desde o ano passado. O percentual, divulgado em primeira mão pelo colunista do GLOBO Bernardo Mello Franco , consta em documento da Secretaria de Orçamento Federal. Nele é possível verificar que, dos R$ 240 milhões que haviam sido autorizados para investimento na pesquisa este ano, R$ 210 milhões estão congelados.

Foto: Reprodução

Apesar da chegada das chuvas a rede hoteleira de Salvador apresentou em abril taxa de ocupação de 53,18% (em 2018, 58,62%) e diária média de R$ 234,25, representando um aumento de 9,39% em relação ao mesmo período do ano anterior (com R$ 214,15 de diária média), resultando em um Revpar (indicador ponderado de desempenho) de R$ 124,57. Estes são os dados oficiais do setor hoteleiro recém apurados pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, seção Bahia (ABIH-BA). De acordo com Glicério Lemos, presidente da ABIH-BA a baixa taxa de ocupação é reflexo dos cancelamentos de vôos da Avianca. “A crise da Avianca, com cancelamentos de diversos vôos para Salvador afetaram negativamente a hotelaria neste mês de abril.

Foto: Divulgação/Mapa

Cada vez mais relevante no cenário nacional, o milho já é responsável pela produção de cerca de 1,4 bilhão de litros do etanol total produzido no país, somando-se anidro e hidratado. Os dados foram coletados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e divulgados nesta terça-feira (7) junto com o 1º Levantamento da Safra 2019/2020 de cana-de-açúcar, que traz também dados do etanol da cana, além da produção do açúcar no país. Para o coordenador geral de cana-de-açúcar e agroenergia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cid Caldas, esse novo nicho de mercado é promissor.

Foto: Divulgação/Agerba

A crise da Avianca continua refletindo negativamente em diversos setores. Tentando fugir do aumento de até 140% no valor das passagens aéreas, baianos estão preferindo trocar o avião pelo ônibus, mesmo que para isso tenham que levar mais de um dia em uma viagem que duraria pouco menos de duas horas. No Terminal Rodoviário de Salvador, empresas de transporte que fazem as linhas interestaduais já registram aumento significativo na procura por passagens de ônibus. Na Viação Águia Branca, por exemplo, não dá mais para comprar passagem para cidades como Rio de Janeiro e São Paulo sem pelo menos 24 horas de antecedência. “As pessoas já chegam aqui reclamando que o preço da passagem de avião está muito alto. Outros reclamam que a Avianca cancelou em cima da hora.

Close