Últimas Notícias sobre EDUCAÇÃO

Foto: Divulgação

A Polícia Militar da Bahia preparou um planejamento operacional envolvendo mais de três mil policiais militares para oferecer mais segurança aos mais de 300 mil estudantes inscritos na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, que acontece neste domingo (21) em 162 municípios baianos.

Foto: Divulgação

A Defensoria Pública da União (DPU) acionou a Justiça Federal para pedir ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) documentos que comprovem as medidas que estão sendo tomadas pela autarquia para garantir a segurança do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Como as provas começam a ser aplicadas neste domingo (21), a DPU pede que as explicações sejam dadas no prazo de 24 horas. A ação tramita na 14ª Vara Cível Federal de São Paulo e aguarda decisão judicial.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

No primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, no próximo domingo (21), os candidatos farão, além das provas objetivas de linguagens e ciências humanas, a única prova subjetiva da avaliação, a redação. Nesta edição, o tema será o mesmo, tanto para o Enem impresso quanto para o digital e, em ambas modalidades, o texto deverá ser feito à mão. Por isso, é obrigatório levar caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente.

Imagem de Arquivo/Agência Brasl

Em 2022, alunos do ensino médio de todo Brasil irão encontrar uma escola diferente da que existe atualmente. No estado, essa regra é uma exceção. Ao contrário das outras unidades federativas, o Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE-BA) estabeleceu que só em 2023 e 2024 as instituições de ensino serão obrigadas a alterar o currículo referencial para o ensino médio.

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, negou hoje (16) qualquer interferência política na elaboração do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será aplicado nos dias 21 e 28 deste mês em todo o país.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse nesta terça-feira (16) não haver interferência do governo na elaboração do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e atribuiu os recentes pedidos de demissão em massa de servidores do Inep ao pagamento de gratificações. Entidade que representa funcionários nega que a discussão tenha interesse financeiro por trás. (veja mais abaixo)

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 terá medidas de segurança contra a covid- 19. Assim como na edição de 2020, o uso de máscara facial será obrigatório nos locais de aplicação

Foto: AFP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou, nesta segunda-feira (15), a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mesmo após a demissão em massa de 37 funcionários do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação e realização da prova. A afirmação foi feita no fórum de investimentos em Dubai, nos Emirados Árabes.

Foto: Divulgação

Servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) denunciaram o controle de temas na escolha de questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. Eles afirmam terem sido pressionados e vigiados para evitar temas polêmicos, contrários à ideologias do governo Bolsonaro.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O Governo do Estado realiza nesta sexta-feira (12) nova convocação para o programa Partiu Estágio. Este é o sexto chamamento para o edital 001/2021, que recebeu inscrições nos meses de fevereiro e março deste ano e ofertou vagas para 63 órgãos da administração estadual. O grupo de 117 estudantes universitários terá dez dias úteis para se apresentar, portando toda a documentação solicitada, de 16 a 29 de novembro.

Close