Estudo sugere duas doses de reforço para vacinados com Coronavac contra Ômicron

Uma pesquisa publicada na plataforma medRxiv, na quinta-feira (29), sugere que as pessoas imunizadas com o esquema completo da vacina Coronavac precisam receber mais duas doses da vacina Pfizer para conseguir atingir uma proteção adequada contra a variante Ômicron do coronavírus.

De acordo com o estudo, os pacientes que receberam as duas doses de Coronavac mais uma de Pfizer geraram uma resposta de anticorpos 6,3 vezes menor contra a Ômicron. Quando comparado à resposta de anticorpos da Delta, o resultado também foi 2,7 vezes menor.

Os cientistas também analisaram amostras de pessoas que receberam apenas duas doses da vacina e, nestes casos, não houve neutralização alguma contra a Ômicron.